Buscar
  • ASCOM Fé na Gente!

Importância de Políticas Públicas para ambulantes, catadores e cordeiros(as)

Em tempos normais, hoje (11) se iniciaria o Carnaval, mas a pandemia impede a realização da festa e todos os seus desdobramentos, em especial, a não atuação dos trabalhadores informais.





O vereador Sílvio Humberto (PSB) usou as redes sociais para reconhecer a importância dos catadores, ambulantes e cordeiros, gente que segundo ele, faz a folia momesca acontecer. Os cordeiros, cordeiras, catadores, catadoras e ambulantes merecem nosso respeito e atenção. Essas atividades informais muitas vezes ultrapassam gerações e que é fruto da falta de oportunidades e trabalho digno. Não é difícil presenciarmos a violência que homens, mulheres e idosos sofrem ao segurar a corda de um trio que movimenta milhões de reais”, alertou.


Ainda na publicação, o edil também chama faz uma análise racial e aponta como sugestão a aplicação de políticas públicas. “... a concentração de renda na festa é o verdadeiro retrato do que é Salvador. Democrático em tese, haja vista que a desigualdade se dá na mesma velocidade em que o racismo trabalha sem tirar férias. Um verdadeiro mar de isopor na cor amarela, que pula o Carnaval da cidade da música contrastando com a pigmentação da pele que é predominante no exercício da atividade de vendedor ambulante. É preciso políticas públicas que garantam a formação e o desenvolvimento profissional para que essas pessoas tenham o poder de escolha. O poder de trocar a corda por uma caneta, e com altivez seguir o trio da vida em condições dignas e humanas”, finalizou.

0 visualização0 comentário